Home-sweet-home-sign copy.png

“Star light, star bright, first star I see tonight….”

Quando eu era criança, eu sempre encontrava, a noite, a mamãe olhando pela a imensa janela do seu quarto, daquele sobrado frio, o céu paulistano, escuro e cinzento. Em meio a poluição que escondia a sua beleza, ela o encarava na tentativa de achar algum brilho natural lá em cima.

Ela ficava horas o observando e me estimulava a observa-lo também. Cresci com esse hábito de olhar para as estrelas todas as noites até que isso começou a ter um significado maior para mim do que qualquer um pode ter imaginado. Em alguns momentos, pareceu ser uma necessidade ve-las diariamente. Tão necessário, que o meu teto do meu quarto era cheio delas.

Pode soar estranho para alguns, mas o céu estrelado me traz uma certa calma e esperança. É uma forma de me sentir um pouco mais próxima de Deus e em casa, uma vez que dificilmente considero um lugar como tal,  e um meio pelo qual minha conexão com Ele parece ser mais forte.

Acabei juntando minhas duas paixões, as estrelas e a escrita, e criando o nome do meu blog. Os Contos Estrelados surgiu como meu refúgio e como forma de mostrar o mundo que eu vejo ou como gostaria que fosse, desde crônicas, até histórias verídicas com uma pitada de esperança e reflexão, trazendo às pessoas justamente o que sinto quando olho as estrelas.

Então, venha sentar junto comigo e as observá-las de uma maneira única.

Mi casa es tu casa!

Anúncios